Portugal

Empréstimo pessoal com garantia ou sem garantia.

“Uma das razões para o empréstimo pessoal ser uma forma popular de conseguir dinheiro emprestado é devido o crédito ser sem garantia. Por outro lado, o que você acha do empréstimo com garantia, seria uma boa ideia para reduzir as taxas de juros?”

Bem, isto depende. Se um empréstimo pessoal com ou sem garantia é ideal ou não, depende de vários fatores, incluindo seu orçamento financeiro, sua renda e sua situação financeira atual.

Vamos discutir aqui quais os benefícios das modalidades “sem garantia e com garantia” para chegarmos a um veredicto antes de tomar a decisão final de solicitar uma das modalidades.

O que é empréstimo com garantia?

Um empréstimo com garantia é um tipo de crédito que necessita que uma garantia seja dada para cobra o valor emprestado no caso de inadimplência do tomador do empréstimo. Esse tipo de empréstimo sempre terá um ativo, bem ou propriedade que representa a garantia para o credor.

O que significa? Se você deixar de pagar algumas parcelas consecutivamente, ou seja, acabar por deixar de cumprir completamente os pagamentos de reembolso do empréstimo por pelo menos três meses, o credor ou banco é capaz de cobrar a garantia que você colocou, usando todos os meios legais cabíveis.

O que é empréstimo sem garantia?

Empréstimo sem garantia é uma linha de crédito aprovada sem a necessidade de oferecer nenhuma garantia. Em vez de prometer ativos, os mutuários se qualificam com base em score, rating, histórico de crédito e principalmente a renda.

Nesta linha de empréstimo, os credores não têm o direito de tomar nenhum bem físico como (um imóvel ou veículo), quando os contratantes deixarem de fazer pagamentos, os credores tem que se virar para reaver o dinheiro.

Qual a importância do seu CPF e da renda em um empréstimo?

Seu crédito: Os credores notadamente verificam seu CPF no Serasa, SPC e outros órgãos para saber se você está com seus compromissos em dia com outros credores. Com base nas informações contidas em seus relatórios de crédito, um sistema inteligente cria uma pontuação de crédito (score), que é um dos fatores para avaliar sua elegibilidade e reputação como consumidor.

Para obter um empréstimo sem garantia, você precisará ter o nome limpo e renda compatível. Se uma pessoa está saindo de uma recuperação de má fase financeira e deixou muitas inscrições negativas no passado, pode demorar um pouco até reconstruir um bom crédito e ter acesso total aos produtos e serviços financeiros, de bancos e instituições creditícias.

Sua renda: A grande maioria dos credores querem ter certeza que você tem um salário ou renda suficiente para pagar qualquer novo empréstimo que decidirem aprovar em seu nome. Quando você solicita um empréstimo pessoal (sem garantia ou com garantia), os credores pedem comprovação de renda, independente da sua pontuação ou score.

A renda é uma dos fatores mais importantes na aprovação de um empréstimo pessoal, consignado ou financiamento.

Para demostrar comprovação da sua renda, você precisa apresentar:

  • Holerites
  • Contra-cheques
  • Recibos de pagamento
  • Declarações fiscais, IRPF ou Decore
  • Extratos bancários e/ou contratos de aluguel

Provavelmente um ou outro comprovante pode não ser aceito em alguns financiadores, no entanto, todos fornecerão uma comprovação de renda suficiente para ser aceito o seu pedido. Mas, não acabou por aí, em seguida, os credores irão avaliar e calcular a sua (relação dívida vs. renda), para decidirem se você é capaz de reembolsar as parcelas sem dificuldades ou não.

Agora vamos ver quais os benefícios de cada tipo de empréstimo — com e sem garantia, pode no afetar.

Benefícios de um empréstimo pessoal com garantia

Parte positiva: Geralmente, qualquer empréstimo com garantia tende a baixar as taxas de juros a níveis abaixo dos 2% a.m. Da mesma forma, é o caso dos empréstimos consignados em folha de pagamento, inclusive para assalariados.

Isso ocorre porque o risco de inadimplência é reduzido para o credor quando um mutuário entrega uma garantia, seja, bem imóvel ou móvel, títulos, ouro, jóias, objetos ou artigos de valor.

Empréstimos pessoais com garantia, empréstimos garantidos ou ainda (home equity), conhecido como “empréstimo com garantia de..“, o de.. pode ser qualquer coisa, no caso do home equity é um imóvel, mas pode ser um veículo também.

Podemos falar do consignado? Nessa modalidade, a garantia é o salário, contra-cheque ou benefício do solicitante. O mais interessante no empréstimo com garantia, com exceção da hipoteca, é que a linha de crédito pode ser uma boa opção para pessoas com restrição no nome e com CPF negativado.

Ao dar uma garantia para obter o empréstimo, o contratante reduz a possibilidade do credor negar o pedido, consegue boas taxas de juros, abaixo de 2%, e o credor fica seguro caso haja inadimplência do contrato.

Parte negativa: Nem tudo são flores, portanto, em um empréstimo pessoal com garantia, em casos de inadimplência, o mutuário perderá a garantia (ativo, bem ou propriedade), seja ela o que for. Somente há excessão no consignado que não tem como o contratante perder o salário ou o benefício, rsss.

— Seja depósitos fixos, bens tangíveis, propriedade, imóveis, terra ou outros, você pode perdê-los se você não puder pagar o empréstimo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *